Eis minha poesia. Toma, agora é tua!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Banzo

ainda não pensei na volta
penso apenas,
agora,
na dor da saudade
o estopim da volta é essa dor
fica mãe
ficam irmãos
ficam amigos
e ficam também alma e coração
voltamos só a carcaça
pele, ossos e sentimentos
um dia começamos a cogitar
todas as loucuras em nome do amor
porque o amor vence todas as barreiras
é a maior força que temos

Matheus Matos