Eis minha poesia. Toma, agora é tua!

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

vita



ver no poema
ar como letras
verbo o alimento
água como rima
fé na obra prima
páginas como o tempo
o medo vem na pausa
nas idas e vindas
a vida infinita
renascimento

Matheus Matos
Créditos da Imagem: obtida a partir de http://www.artvilla.com/abstract-paintings-by-david-michael-jackson/profile-portrait-2/