Eis minha poesia. Toma, agora é tua!

domingo, 12 de agosto de 2012

Outras Danças

A lua é cheia.
Lágrimas regam a flor
enquanto o amor cai.

Todo olhar
leva ao passado.
Precipício.
Queda livre e suave.
Vício.

Aquele vento frio traz de volta
a solidão no som triste
de casa vazia
e mansidão.

E ela busca paz em outras danças.
E ele busca ela em todas as lembranças.

Matheus Matos