Eis minha poesia. Toma, agora é tua!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

saudades

estando aqui,
assim pequeneninho,
é que sinto teu carinho.

estando lá tão pequena,
é fazer valer a pena,
nossa amizade poema.

eu aqui, tu lá,
e o infinito entre nós,
emaranham os nós de nossa voz.

assim calam-se o infinito,
e o firmamento,
e o pensamento voa!

Matheus Matos (12/11/2010)
para pequena SyahT